Portal Eventos

* Antes de imprimir pense em seu compromisso com o Meio Ambiente

Reflexões & Aprendizados
Andréa Nakane
Você pode sonhar, criar e construir a idéia mais maravilhosa do mundo, mas são necessárias pessoas para fazer o sonho virar realidade
Walt Disney
28
junho
2013

60º edição de Cannes Lions Festival

escrito por Andréa Nakane

Alexis Pagliarini, diretor de marketing do Sheraton WTC, esteve na última edição do mais conhecido e badalado festival de comunicação do mundo, Cannes Lions, e ao retornar proferiu uma palestra em encontro promovido pelo capítulo Brasil da MPI – Meeting Professional International – no qual relatou suas impressões e percepções do acontecimento que integrou 90 países e teve mais de 35.000 trabalhos inscritos.

O Brasil para não perder a fama foi um dos países de maior número de premiações, com 114 leões e 02 Grand Prixs.

O evento por si só demanda um fôlego danado para um pleno aproveitamento já que agrupa cerca de 60 seminários, 30 fóruns, 17 workshops, 10 master classes, 10 teach talks, entra outras atividades, demonstrando que conteúdo é o que não falta para compartilhar.

Aliás, o verbo compartilhar, comungar, dividir, com total sinergia com a comunicação provavelmente é a ideia principal do evento, que a cada ano desafia participantes e patrocinadores a pensar nos rumos desse segmento tão impactante e vital para a economia mundial.

Alexis nos contou que todas as peças e campanhas buscam cada vez mais integrar sua mensagem em uma distribuição pulverizada, em diversos canais, não há mais um único canal para a transmissão de ideias.

Criatividade, Engajamento Social e Story Telling são os pilares dessa nova comunicação, que exige mais dinamismo, sensibilidade e sobretudo interação com identidade.

Ao refletirmos sobre os eventos, claramente percebemos o encaixe perfeito nesses novos conceitos que estão cada vez mais invadindo nosso mercado.

Afinal os eventos, nada mais são que ações de comunicação dirigida, com a prerrogativa de gerar relacionamentos e estão cada vez mais na crista da onda, por terem efeitos mensuravelmente mais auditáveis e sobretudo mais emocionais.

Sem dúvida alguma, como integrante da nova ordem de comunicação, a área de eventos deve cada vez mais fortalecer seus pilares nos aspectos relacionados a psiquê humana, já que os mesmos são projetos idealizados por pessoas para gerar conhecimento, ludicidade, produtividade, bem estar de outras pessoas.

E como todo o evento, pode cada vez mais aperfeiçoar-se, a sugestão é que Cannes comece também a reconhecer e premiar eventos como uma categoria, tão importante quanto as demais. Afinal o festival hoje, denomina-se como um evento de criatividade e não mais de pura publicidade. E criatividade sempre foi marco da identidade dos OPCs e reconhecimento de trabalho é bom e tudo mundo gosta!