Portal Eventos

* Antes de imprimir pense em seu compromisso com o Meio Ambiente

Vendo do mundo os segredos escondidos
Sergio Junqueira Arantes
Os casos vi que os rudes marinheiros, Que têm por mestra a longa experiência, Contam por certos sempre e verdadeiros, Julgando as coisas só pela aparência, E que os que têm juízos mais inteiros, Que só por puro engenho e por ciência, Veem do mundo os segredos escondidos, Julgam por falsos, ou mal entendidos
Camões, Lusíadas, Canto V
21
junho
2014

Visitando os legados da Expo Mundial 1872 (Lima-Peru)

Muitos questionaram a oportunidade de São Paulo haver disputado a Expo 2020. Visitando recentemente a capital peruana, a cidade de Lima, pudemos visitar os museus, situados nas proximidades do Sheraton Hotel onde estávamos hospedados, todos fruto desta Expo.

Em 1872, num amplo parque no centro da cidade foi instalada uma Expo Mundial comemorativa dos 50 anos independência do Peru, onde diversas edificações pontificaram e continuam até hoje atendendo à população local.

A Exposição de 1872 tinha três entradas principais, uma onde hoje está instalado o Museu de Arte Italiano, outra na mesma altura na Av. Wilson e a terceira, a maior que incluía as bilheterias na Av. Espanha, incluindo o Parque Neptuno, o Parque da Exposição e o Parque da Reserva em área circunscrita entre a Av. Republica do Chile e o Estádio Nacional.

A exposição de 1872 mostrava tudo que na época era considerado moderno e por isso os pavilhões da indústria com maquinaria de ultima tecnologia, zoológico com animais de todo mundo, pavilhão da historia com huacas e objetos pré-hispânicos convenientemente colocados ao lado da huaca existente no terreno e finalmente os espores, entre eles o futebol, o ciclismo e o tênis.



O pavilhão central era o Palácio da Exposição, onde hoje está instalado Museu de Arte de Lima (MALI), uma edificação de mais de 20.000 m², com maquinaria pequena tipo maquina de costura, relógios, máquinas de lava roupa, entre outras de pequeno e médio porte, assim como laboratórios químicos.

Quando de celebração do centenário da independência vários outros edifícios foram adicionados, como o Pavilhão Bizantino e a sede do Ministério de Transportes e Comunicações, onde atualmente está instalado o Museu Metropolitano de Lima, e num presente da comunidade italiana à cidade de Lima, o atual Museu de Arte Italiana.


Para os incrédulos e aqueles que ainda não embarcaram na luta pela EXPO SÃO PAULO 2025 as fotos e ilustrações a seguir é um lembrete dos legados que um evento deste porte deixa na cidade.