Portal Eventos

* Antes de imprimir pense em seu compromisso com o Meio Ambiente

Eventos de sucesso!
Vanessa Martin
"O rápido crescimento da revolução tecnológica na indústria dos eventos levou à interrupção, bem como uma enorme oportunidade para um novo crescimento e um maior envolvimento dos participantes."
Joe Goldblatt
11
maio
2016

Cyclontinuum: aumentando o valor e efeito residual dos eventos!

escrito por Vanessa Martin

É inegável o valor para os negócios das mídias sociais, e, consequentemente, também gera enorme influência sobre o mercado de eventos. O último report feito pela Adobe e Econsultancy entre profissionais de marketing, digital e ecommerce coloca o engajamento através delas como uma das top 3 prioridades digitais das empresas (25% das respostas), atrás apenas do targeting e personalização (31%) e conteúdo otimizado (29%).

Reafirma o poder do consumidor no universo corporativo, colocando a experiência dele entre as mais relevantes prioridades para 2016 (64%). Entre os fatores mais importantes para criar ótimas experiências para o consumidor, o report destaca a criatividade como motor principal das estratégias em várias frentes, tais como a otimização de processos criativos e da colaboração entre os times de criação e marketing e a experimentação de canais de comunicação com formatos criativos. Outra forte tendência identificada no relatório está a utilização de conteúdo online em formatos variados (como aplicativos interativos e vídeos). Mais da metade vê o mobile como uma das 3 mais relevantes prioridades na sua estratégia empresarial.

Os pontos levantados por estas empresas reforçam informações de outras pesquisas, comprovando que as vontades do consumidor chegaram de vez para se impor e serem valorizadas pelas empresas. Os eventos, por serem parte essencial da estratégica empresarial, absorvem e retratam fielmente o que acontece nas atividades diárias das empresas e das pessoas. Desta forma, é igualmente relevante observar e utilizar as mídias sociais para envolver, seduzir e engajar os participantes. Uma das grandes vantagens advindas da sua utilização está no aumento do valor residual do evento, que pode ser expandido muito além do outrora limite estreito de duração de sua realização.

Hoje, as fases dos eventos (pré, durante e após) que antes eram quase estanques, passam a ter um ciclo continuo, o cyclontinuum. O seu profundo impacto engloba a forma de gerenciamento, as receitas, a promoção, a divulgação e ressalta o poder do engajamento continuo. Entre inúmeros outros fatores, esta mudança aumentou e diversificou também as opções e formatos de interação e ativação dos patrocinadores junto aos participantes do evento, facilitando e multiplicando as opções de patrocínio para o organizador de eventos.

Dentre as mídias sociais, Facebook e Twitter ainda estão entre as empresas de ponta do setor, cujo dinamismo continua acelerado. Entretanto, recente post do Felix Richer da Statista comparou os resultados e performance das suas estratégias empresariais, destacando que elas tomaram caminhos muito diferentes. Enquanto o Facebook continua crescendo em usuários, vendas e lucro, o Twitter parou de crescer. Ambas continuam a ser excelentes ferramentas para os eventos, possuindo características e vantagens para usos em diferentes áreas. Para o organizador, entre as lições de casa a serem feitas está a de observar o mercado de mídia digital com olhar mais atento, aprender com a sua dinâmica e absorver os constantes e importantes ensinamentos que proporcionam para os seus produtos e serviços em eventos.

https://www.statista.com/chart/4798/twitter-and-facebook-stock-price/