Portal Eventos

* Antes de imprimir pense em seu compromisso com o Meio Ambiente

Eventos de sucesso!
Vanessa Martin
"O rápido crescimento da revolução tecnológica na indústria dos eventos levou à interrupção, bem como uma enorme oportunidade para um novo crescimento e um maior envolvimento dos participantes."
Joe Goldblatt
28
dezembro
2020

Que luzes nos guiarão em 2021?

escrito por Vanessa Martin


Que luzes nos guiarão em 2021?

Os modelos de negócios nos eventos foram embaralhados. E agora?

Por Vanessa Martin

28/12/2020

As regras do jogo mudaram radicalmente em 2020! Os alicerces da indústria de eventos foram abalados e fomos forçados a passar do mindset analógico para o digital em período recorde. Os modelos de negócios foram embaralhados e geraram novos formatos.

Em 2020, a competência dos profissionais desta área foi testada ao seu limite. Entretanto, a união e apoio entre eles foi sem precedentes. Me sinto abençoada por fazer parte da comunidade de profissionais em eventos tão dedicada, resiliente e apaixonada pelo que fazem. Mas o próximo ano promete ser ainda mais desafiador.

EVENTO HÍBRIDO DOMINARÁ A CENA

2021 chega para marcar nova etapa de desafios para o mercado de eventos nacionais e internacionais. Eles migrarão do virtual para o híbrido em várias fases, na direta proporção da população vacinada, pois o retorno dos participantes está condicionado à percepção deles quanto à sua segurança ao participar no evento presencial. Este cenário, aliado ao nosso apreço pela interação social humana e as facilidades que o virtual oferece, farão do evento híbrido o novo normal. Como diz Julius Solaris: “O evento híbrido será o rei.”

SEGURANÇA PESSOAL

Além da vacinação, a adesão dos participantes ao evento híbrido está condicionada à percepção de que a organização cuidou de todos os quesitos que garantem sua segurança pessoal, tais como: distanciamento social no deslocamento e na seleção e posicionamento dos assentos, uso de marcaras, ventilação, limpeza, etc.

HUMAN CENTRIC DESIGN

A experiência triunfará sobre as coisas! É a aposta mais forte entre todos os especialistas mais renomados. E para conseguir oferece-la aos participantes, as palavras de Beth Surmont resumem o mantra de cada evento de sucesso em 2021: ‘As experiências virtuais precisam ser altamente intencionais e os planejadores precisam pensar no design centrado no ser humano. Tome todas as decisões através dos olhos de seu público.”

CONTEÚDO PERSONALIZADO

A busca por interatividade parece estar mudando o processo de engajamento nos eventos virtuais. Entre as ações mais utilizadas está a entrega de conteúdo altamente personalizado. Para Zack Gallinger-Long, “Em resumo, esse seria um conteúdo customizado, de perspectivas individuais, oferecido em um nível que está alinhado com cada público único e auto selecionado.”

COMUNIDADE

Como seres humanos, temos necessidade de nos conectar e vivenciar comunidades que nos representem. Em momentos caracterizados por grandes mudanças e adaptações profissionais como estamos vivendo agora, torna-se essencial e um dos fatores mais cobiçados, poder estar mais próximo dos nossos pares para trocar experiências, conhecimento, dicas e sugestões que amenizem as dificuldades diárias. Por isso, temos que concordar com a afirmação de Megan Henshall, do Google: “Comunidade será a nova commodity.”

Entretanto, não é uma tarefa fácil. Requer esforço e foco específico do organizador de eventos para criar e manter a comunidade, iniciando antes do evento, ganhando ápice durante, além de continuar e até mesmo crescer o número de membros no pós evento. Mas a comunidade é imprescindível para manter por perto os participantes e seduzir os prospects. Entre outras mudanças, o relacionamento perene fará da colaboração uma das mais relevantes tendências do próximo ano.

TUDO ESTÁ MAIS VELOZ

A percepção de velocidade no virtual bate recordes consecutivos. E tudo se ajeita a partir desta premissa, tais como: o prazo que clientes esperam que o projeto seja feito e o evento entregue, a redução drástica dos prazos para o marketing digital, a validade dos lotes de inscrições, os modelos de precificação que valorizam o tempo e a escolha preferencial do participante, os formatos mais curtos e pontuais e a programação mais simplificada e adaptável.

ENGAJAMENTO E EXPERIÊNCIA SÃO ESSENCIAIS

Este mantra fica mais forte a cada evento. Com o destaque do híbrido, ele abrangerá a entrega de momentos de engajamento em sintonia e sincronicidade com os públicos online e offline. Testando a competência dos organizadores de eventos para o entrelaçamento perfeito entre as estratégias elaboradas para cada uma destas realidades que se misturam e que demandam plataformas de tecnologia para conseguir a perfeição nesta sintonia.

O EVENTO VIRTUAL VIROU TV?

Esta era tão disruptiva é uma oportunidade excepcional de incorporar novos níveis de interação do público, bem como criar novas estruturas nos eventos virtuais e híbridos, para criar experiências cada vez mais envolventes. Afinal todas as pesquisas recentes realizadas, destacaram a importância do engajamento dos participantes. à medida que os eventos virtuais foram sendo realizados, ficou evidente a demanda dos participantes por sofisticação e profissionalização da sua produção. Também deve ser cada vez mais praticado.

RESPONSABILIDADE SOCIAL

A solidariedade ganhou destaque de pop star em 2020. Nos eventos, além da união do setor e do desempenho extraordinário das associações de classe, vimos ganhar força a valorização e empenho na inclusão social dos eventos e no compliance das empresas e seus respectivos eventos.

O DESAFIO DO LUCRO NO HÍBRIDO

A cultura do grátis, as dificuldades de conseguir patrocínio, a proliferação de eventos virtuais gratuitos no início da pandemia, os custos do evento virtual diferirem significativamente dos eventos presenciais, são algumas referências para a falta de parâmetros para a contratação dos fornecedores necessários. Tudo isso ajudou a criar uma grande dor de cabeça para os organizadores de eventos: a monetização dos eventos virtuais realizados.

Para Hoyin Cheng, fundador e CEO da Remo, a receita dos eventos em 2021 virá de eventos menores (até 300 pessoas) e mais intimistas, por oferecerem experiências mais significativas aos participantes. Isso atrairá as grandes marcas para fazerem parte.

O amadurecimento do setor trará cada vez mais respostas criativas e eficientes para conseguir o equilíbrio financeiro tão necessário, como oferecer áudio dos eventos como alterativa de valor de inscrição.

E AGORA?

Fomos impulsionados a repensar nossos modelos de negócios que demandaram funções e habilidades profissionais ainda não trabalhadas pelo setor. O lado bom foi a necessidade do mercado, puxando e estimulando fortemente na entrega de valor, na inovação e na experimentação, tanto para descobrir novas receitas, quanto para novos formatos.

Eu acredito na capacidade e na resiliência dos profissionais de eventos de fazer de 2021 um ano melhor. E você?


PARA SABER MAIS

  • IBM divulga 5 previsões tecnológicas para próximos 5 anos - https://revistacapitaleconomico.com.br/ibm-divulga-5-previsoes-tecnologicas-para-proximos-5-anos/
  • 7 must-know virtual event benchmarks - https://blog.bizzabo.com/virtual-event-benchmarks?utm_campaign=Email%20Newsletter&utm_medium=email&_hsmi=91428607&_hsenc=p2ANqtz-9OwuzFYP-PSaz518e-bQ4rtlVAO78KKEwczlJNo-TiV3lesXBL21HozZv4X2lFBpzNLtAkD3_1sZXNXTKvknhGWtkUMNSOZk-cZmjh3OdhN2cJ1ms&utm_content=91428606&utm_source=hs_email
  • Television Show vs virtual events - https://www.linkedin.com/pulse/television-shows-vs-virtual-events-zack-gallinger-long/?trk=v-feed
  • Peter Hinssen wants you to embrace the ‘Never Norma’ - https://www.pcma.org/peter-hinssen-embrace-never-normal/
  • Event Marketing Trends roundup. eMarketer & Cvent - https://on.emarketer.com/rs/867-SLG-901/images/eMarketer%20Event%20Marketing%20Roundup%20Dec%202020%20Final.pdf
  • 10 event trends 2021. EventMB -