Portal Eventos

* Antes de imprimir pense em seu compromisso com o Meio Ambiente

Canais
Políticas do Turismo
publicado em 02 de agosto de 2021 -  7h56

Events Industry Council se posiciona contra o tráfico de crianças

O Events Industry Council (EIC), uma associação global sem fins lucrativos para a indústria de eventos empresariais, anunciou, a 30 de julho, que aderiu ao The Code, uma iniciativa com várias partes interessadas para prevenir a exploração sexual de crianças.

TEXTO: Michael Jones

O Events Industry Council (EIC), uma associação global sem fins lucrativos para a indústria de eventos empresariais, anunciou, a 30 de julho, que aderiu ao The Code, uma iniciativa com várias partes interessadas para prevenir a exploração sexual de crianças.

The Code é um conjunto voluntário de seis critérios com os quais os membros se comprometem para manter as crianças seguras. O The Code é apoiado pela ECPAT, uma organização anti-tráfico de crianças com sede nos Estados Unidos, com eventos ocorrendo em 30 de julho de 2021 para marcar o Dia Mundial contra o Tráfico de Pessoas de 2021 .

Amy Calvert (foto), CEO do Events Industry Council, disse: “De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), mais de 40 milhões de pessoas vivem na escravidão em todo o mundo; trabalhando com o Código e a ECPAT, podemos cumprir nossa parte para finalmente acabar com o tráfico e a exploração globais de pessoas”.

A EIC afirma que o The Code é o primeiro e único conjunto voluntário de princípios de negócios do mundo que as empresas podem implementar para prevenir a exploração sexual e o tráfico de crianças e inclui ajuda no estabelecimento de políticas e procedimentos; treinamento de funcionários e fornecimento de informações aos viajantes sobre como prevenir e relatar casos suspeitos.

Thomas Mueller, vice-diretor executivo da ECPAT International, comentou: “A EIC se junta a mais de 350 empresas associadas em todo o mundo em um compromisso proativo e compartilhado da indústria de viagens e turismo para proteger as crianças da exploração sexual”.

Yvonne Chen, diretora de envolvimento do setor privado da ECPAT-EUA, acrescentou: “As parcerias com o setor privado são cruciais para alcançar o objetivo da rede ECPAT e da ECPAT-EUA de eliminar a exploração sexual de crianças, e a ECPAT-EUA tem o prazer de receber o Conselho da Indústria de Eventos como um novo membro do The Code”.

__________________________________

PUBLICADO SOB LICENÇA MASH MEDIA. EXHIBITION WORLD DIGITAL. DIREITOS RESERVADOS. TEXTO ORIGINAL EM INGLÊS ESTÁ EM WWW.EXHIBITIONWORLD.CO.UK


Veja também:

24/09/2021
Setor de eventos se une pela derrubada do Veto 19 e ganha apoio de senadores
Em sessão temática no Senado nesta sexta-feira (24), representantes do segmento, que registrou prejuízo de 270 bilhões com a crise sanitária, pediram o apoio dos senadores para derrubar trechos vetados na Lei 14.148, de 2020, que criou o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos (Perse).
23/09/2021
Prefeitura de São Paulo lança Virada ODS
O evento busca popularizar e engajar a população paulistana nos ODS da ONU para 2030.
29/07/2021
ICCA anuncia prazo para inscrições de vagas na diretoria
Desde a saída de Eduardo Sanovicz, 15 anos atrás, o Brasil não tem assento no Board da ICCA.
14/07/2021
Programa de Estímulo ao Crédito é lançado com potencial de gerar R$ 48 bilhões em empréstimos
A iniciativa do governo federal é voltada para microempreendedores individuais (MEI), micro e pequenas empresas e produtores rurais, com receita bruta anual de até R$ 4,8 milhões por ano
Ver mais