Portal Eventos

* Antes de imprimir pense em seu compromisso com o Meio Ambiente

Canais
Incentivos
publicado em 02 de agosto de 2021 -  7h34

A arte da serendipidade

Hugo Slimbrouck, especialista em destino global e marketing de destinos, discute viagens de incentivo como ferramenta de negócios e motivacional em um momento pós Covid aos 19 anos.


      TEXTO: Hugo Slimbrouck


Hugo Slimbrouck, especialista em destino global e marketing de destinos, discute viagens de incentivo como ferramenta de negócios e motivacional em um momento pós Covid aos 19 anos.

Quão saudável é o seu capital humano após a Covid-19? Muitos setores sofreram com a Covid-19 e reunir seu pessoal novamente será um requisito importante para as empresas no caminho da recuperação.

Inicialmente uma invenção para impulsionar as vendas, as viagens de incentivo têm sido uma ferramenta de negócios estabelecida por muitos anos, não apenas usada para recompensar parceiros de canal de alto desempenho, mas cada vez mais também para fins ligados à motivação e engajamento, satisfação do funcionário, formação de equipe e lealdade.

A Covid-19 tem prejudicado o bem-estar de nossas comunidades empresariais. Os indivíduos tornaram-se mais distantes de um propósito comum e, em alguns casos, trabalhar remotamente exerceu uma influência exaustiva sobre os estados mentais e físicos dos indivíduos.

Podemos ter economizado muitas horas no trânsito. Mas também tivemos que lidar com novos fatores de estresse, como resolver 'novos' desafios digitais e a insegurança de receber licença ou trabalhar meio período.

As empresas têm 'equipes' para ajudar na comunicação com colegas e parceiros, embora às vezes pessoas da mesma equipe não tenham trabalhado ao mesmo tempo. A fadiga do zoom, os trainees sendo mandados de volta para casa e cada vez mais tarefas adicionadas criaram necessidades reprimidas para uma pausa. As empresas provavelmente deveriam estar olhando para atividades pessoais responsáveis e motivacionais novamente.

É hora de um impulso

Neste período de recuperação, muitas ferramentas de desenvolvimento e gestão pessoal estão comprovando seu business case. Qual a melhor maneira de motivar as organizações do que usando incentivos para viagens e eventos? Ao criar uma receita incremental, os incentivos comerciais se pagam, portanto, não devem representar qualquer problema de orçamento. Agora é a hora certa de usá-los.

As organizações precisam de aumentos de energia. Aqueles com uma cultura empresarial saudável terão a vantagem de retomar o ritmo rapidamente. Aqueles com programas de aprendizagem entre empresas não terão interrompido a comunicação e a educação durante a Covid-19.

Para onde vamos daqui?

Em primeiro lugar, o digital não está desaparecendo. Um novo destino foi colocado no mapa global e seu nome é 'Nuvem'. O que quer que façamos no futuro em termos de eventos de negócios e viagens de incentivo, terá um forte componente de 'nuvem'. Antes, durante e após o evento. A forma como as organizações terão de se energizar por meio de eventos de negócios sempre será uma combinação de um destino (local, curta ou longa distância) e online.

Na forma como reunimos colegas e lideranças, a conexão pessoal e a formação de equipes, a apreciação e a conexão exigirão que nos encontremos no mundo real. É a única maneira que realmente funciona, e o ano passado só prova isso.

Agora é a hora de construir a confiança novamente, comunicando e combinando contribuições valiosas com a confiança na organização.

Porquê? Porque é hora de impulsionar objetivos e valores comuns novamente com iniciativas pessoais, ímpeto e competitividade. A satisfação no trabalho e a lealdade precisam ser recompensadas e motivadas.

Assim como as famílias sentem necessidade de viajar novamente, respirar um ar diferente, comer a comida local e curtir o visual atraente de um destino, o mesmo vale para a indústria de reuniões e incentivos. Envolver o público, digital ou fisicamente, continuará sendo uma tarefa importante para qualquer organização. Provavelmente, esses públicos serão mais locais ou regionais do que antes. Mas audiências 'ao vivo' menores serão complementadas por uma maior participação 'online', que cria novas oportunidades.

Em entrevista ao Swiss Convention Bureau, Sebastien Tondeur, CEO do MCI Group afirmou: “O que é certo é que após a Covid-19, 10% de nossas profissões desaparecerão e 100% de nossos empregos serão diferentes do que costumavam ser".

Depósito

Sempre achei 'dépaysement' uma bela palavra na língua francesa; significa mais do que apenas sua tradução literal em inglês de 'mudança de cenário'. Precisamos nos afastar para focar, para absorver, para energizar, para recompensar a dedicação e, acima de tudo, para deixar a serendipidade desempenhar seu papel benéfico. Ir a lugares inspiradores com pessoas diferentes que estão dispostas a trocar seus interesses, seus conhecimentos e compartilhar seus sonhos, criará exatamente o tipo de momentos de serendipidade que beneficiam a si mesmos e suas organizações.

________________________

PUBLICADO SOB LICENÇA MASH MEDIA. CONFERENCE & MEETING WORLD DIGITAL. DIREITOS RESERVADOS.
TEXTO ORIGINAL EM INGLÉS ESTÁ EM WWW.C-MW.NET

Veja também:

20/08/2021
Três tendências que reimaginam o futuro das viagens de incentivo
Como o Canadá oferece experiências excepcionais para os viajantes de hoje
19/08/2020
Digi lança Incentive Experience 2020, projeto inédito para promover marketing de incentivo no Brasil
Encontro online apresenta tendências do setor, como estratégias de marketing Human to Human e Inteligência Artificial; Brian Dunne, da IMA Europa, e Rodrigo Herrera, da Vigor, participam ao lado de Cristiano Miano, sócio-fundador do Grupo Digi.
18/09/2019
Estudo da Visa mostra o que os brasileiros buscam nos programas de fidelidade
O brasileiro está entre os três mais satisfeitos com seus programas de fidelidade no mundo, perdendo apenas para México e Índia.
18/07/2019
Jabra lança campanha de incentivo a parceiros e distribuidores no Brasil
Vencedores participarão de uma viagem de incentivo de imersão ao centro de soluções da marca, na Dinamarca.
Ver mais