Canais
Variedades
04/09/2007
KSR Eventos apresenta o projeto Cenografia Verde
Com o intuito de mobilizar e conscientizar os seus profissionais, clientes, fornecedores e parceiros sobre a importância da preservação do meio ambiente, a KSR Eventos criou a Cenografia Verde. Pioneiro na área de eventos corporativos, o projeto é fruto da preocupação sócio-ambiental da empresa e têm como foco a sustentabilidade e o uso consciente de recursos e materiais.              Com o lançamento do projeto Cenografia Verde, a KSR adota o lema “reutilize, renove e repense”, assumindo a missão de destinar de maneira ecoeficiente os materiais e sucatas gerados na produção dos seus cenários, diminuir a quantidade de resíduos e buscar soluções que não comprometam o meio ambiente. Os três “erres” do slogan seguiram o lema de sustentabilidade, “reduzir, reutilizar e reciclar”, utilizado em todo o país.              Para o lançamento do projeto Cenografia Verde, a empresa criou o www.cenografiaverde.com.br, com informações do projeto e sobre as ações que a empresa está empenhada.               A KSR Eventos enviou, ainda, aos seus clientes, fornecedores, parceiros, amigos e imprensa um brinde com uma camiseta de malha pet estampada com a logomarca da Cenografia Verde e uma caixa produzida, com lonas utilizadas em eventos, pelo projeto Arrastão. Seguindo o seu lema, a empresa contratou os serviços de Bike Courrier para entrega do material.
04/09/2007
Reed deixará de organizar feiras do setor de defesa
A Reed Elsevier anunciou que está prestes a se desligar do setor de exposições na área de defesa, a decisão é fruto da crescente preocupação mundial em prol do desarmamento que poderia “contaminar” a imagem da empresa. A companhia informa que ainda divulgará futuros anúncios sobre a decisão, mas já adianta que organizará as cinco exposições que compõe seu portifólio no setor de defesa, somente até o fim de 2007, não deixando de honrar com suas obrigações com parceiros, clientes e outros acionistas chave. Segundo Crispin Davis, chefe executivo da Reed Elsevier, “Nossas exposições de defesa são negócios de qualidade que têm apresentado ótima performance nos últimos anos. No entanto, tem se tornado cada vez mais claro que um número crescente de importantes clientes e autores têm preocupações bastantes reais em relação a nosso envolvimento no setor de exposições de defesa. Nós temos acompanhado de perto essas preocupações e elas nos levaram a concluir que as exposições de defesa não são mais compatíveis com a posição da Reed Elsevier de editora líder de conteúdo científico, médico, legal e de negócios”. Essa decisão afeta diretamente o Brasil, já que um desses cinco eventos é o LAAD (Latin American Aero and Defence), maior e mais importante feira voltada às forças armadas e às indústrias de defesa da América Latina. O Laad acontece a cada dois anos no Rio de Janeiro, sendo que sua última edição foi realizada de 17 a 20 de abril no Riocentro. Sua próxima edição já tem data marcada, como pode ser constatado no site oficial do evento www.laadexpo.com, para 14 a 17 de abril de 2009, também no Riocentro. Fica em aberto a questão de quem será sua organizadora. Foi publicado no site da revista Eventos®, no dia 3 de maio desse ano, a fusão entre a Reed Exhibitions e a Alcantara Machado, no Brasil, para a promoção de feiras. É importante constatar que o acordo não continha a LAAD, sendo os motivos não divulgados na época. A matéria pode ser conferida no link: http://www.revistadoseventos.com.br/bn_conteudo.asp?cod=8378 Anunciada no início de junho a decisão diz respeito, além da LAAD, a mais quatro feiras. São elas: DSEi - Defence Systems and Equipment International, a exposição de defesa com o mais alto índice de crescimento do mundo e que acontece a cada dois anos em Londres, IDEX - International Defence Exhibition and Conference, o mais importante evento sobre defesa do Oriente Médio acontece bienalmente em Abu Dhabi; ITEC é uma exposição de treinamento e simulação que acontece a cada dois anos em diferentes cidades da Europa; e TADTE (Taipei Aerospace & Defence Technology Exhibition) feira bienal do Taiwan. A LAAD, DSEI, IDEX, ITEC e TADTE, portanto, estão à venda, mas os interessados não poderão comprá-las individualmente, elas serão vendidas em pacote. Esse portifólio de cinco exposições é parte da divisão de negócios globais da Reed Elsevier e representa por volta de 0,5% dos lucros anuais do grupo. Apesar de lucrativa a área é alvo de ataques constantes por parte de organizações e movimentos desarmamentistas e por isso, a Reed assume, assim como todas as grandes empresas globais, a posição de risco preventivo. Reed Elsevier é uma editora e fornecedora de informações líder mundial. Suas empresas mães são a Reed Elsevier PLC e Reed Elsevier NV. O grupo emprega 37.000 pessoas, incluindo aproximadamente 20.000 na América do Norte.
04/09/2007
Hotel Villa Rossa neutraliza emissão de carbono dos eventos
Consciente de sua parcela de responsabilidade perante o meio ambiente, o Hotel Vila Rossa, instalado em São Roque, no interior de São Paulo, oficializou em agosto o projeto de neutralizar toda a emissão de carbono gerado pelo equipamento e eventos realizados nele. “As empresas que procurarem o centro de convenções do empreendimento para realizar seus eventos terão a oportunidade de demonstrar sua responsabilidade ambiental ao colaborar com R$ 10,00 por cada participante que será destinada à compra de árvores, neutralizando assim o carbono emitido pelos seus eventos”, explica Franklin Pedroso, gerente de marketing, ao Portal EVENTOS®. O número de um participante para cada árvore foi calculado pela Key Associados, empresa especializada na área ambiental que fez o estudo de emissão de CO2 englobando desde a geração de resíduos até a utilização de geradores pelo hotel ou empresa que vai realizar o evento. Em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica, da qual o Vila Rossa é parceiro desde 2005, são plantadas anualmente dez mil árvores. “Verificamos que a questão do aquecimento global traz prejuízo para todos e desenvolvemos uma ação para minimizar a emissão de carbono na atmosfera”, analisa Pedroso. As empresas que fizerem parte da iniciativa terão seu logotipo estampado nas folhas de árvore confeccionada em madeira reciclada, instalada no hall do empreendimento, assim como no site, além de receber também um diploma do SOS Mata Atlântica. “Nossa expectativa é que 50% dos eventos realizados em nosso centro de convenções sejam neutralizados. Já estamos passando a opção de neutralizar o carbono do evento no orçamento, ficará a critério da opção de aderir ou não ao projeto”, diz o gerente. A questão da responsabilidade ambiental está cada vez mais presente entre as empresas que compõem o trade turístico brasileiro. Cada uma, à sua maneira, desenvolve soluções para ajudar a preservar o planeta, que neste ano está em evidência na mídia diante dos desdobramentos para o clima em função do aquecimento global. Entre outras ações ecológicas desenvolvidas pelo Vila Rossa está o plantio de mudas de árvores pelas crianças que se hospedam no empreendimento. “Nossos monitores ensinam como plantar as mudas e os cuidados que se deve ter com elas”, comenta Franklin Pedroso. Depois é fixada uma placa com o nome do hóspede, data do plantio e espécie da árvore.
08/08/2007
Personal Press: brindes personalizados para todas ocasiões
Agradecer a participação de um convidado num evento com um brinde deixou de ser algo convencional há um bom tempo. Um exemplo dessa nova fase pode ser encontrado nas soluções em impressão em brindes oferecidos pela Personal Press, que personaliza o produto com a cara do cliente, literalmente. Em destaque no estande da empresa instalado na 5ª Brazil Promotion estão os rótulos instantâneos, uma opção para as empresas que utilizam garrafas ou latas para envase e querem fazer com que seus convidados se lembrem de seus produtos com carinho e atenção. “A participação da Personal Press na feira já é tradicional. Ultimamente estamos utilizando a feira mais como uma vitrine para nossos serviços do que mesmo negócios”, diz Veridiana Fazenda, da equipe de atendimento. A empresa montou uma “Banca Espacial”, onde se encontram exemplares de jornais, revistas e lembranças fotográficas instantâneas. A marca da Personal também é encontrada nos estandes das empresas parceiras: na Argon, nos Correios e na Gifht Shop. Neste ano a companhia atingiu o número de quatro mil eventos realizados.
08/08/2007
Interatividade e tecnologia a serviço dos eventos
Um evento pode ser ficar na lembrança de quem participa dele por diversos motivos, seja pelas boas possibilidades de contatos, pela organização, pelo buffet ou até mesmo pelas opções de entretenimento e ineditismo que eles oferecem aos convidados. Esse é o business da Modern Marketing, empresa que loca e vende aparelhos para ambientação e entretenimento de forma interativa para eventos. Entre os mais interessantes está um espelho d´ água em 3D refletido no chão que ao entrar em contato com algum objeto ou pessoa se movimenta, produzindo um som característico. O golfe virtual e o mouse digital também são bastante disputados pelos visitantes do estande, que possui uma iluminação moderna por meio de leds. “A cenografia digital é um dos serviços que estamos enfatizando na feira, assim como os parelhos interativos. Nossos visitantes se simpatizam bastante com eles e se interessam por esta tecnologia”, comenta Ricardo Modern, diretor.
02/02/2006
Nova unidade do Nafuka Restaurante & Sushi Bar na Mooca
O Nafuka Restaurante & Sushi Bar, conhecido restaurante japonês do Jardim Anália Franco, no Tatuapé, dá continuidade ao seu sucesso com uma nova unidade na Mooca. O novo Nafuka Restaurante & Sushi Bar possui um projeto arquitetônico que visa aproveitar o espaço, com pé direito alto e a utilização de vidros, dando uma sensação de liberdade. Logo na entrada existe uma varanda que conduz ao amplo salão principal, repleto de tatames especiais, capazes de acomodar de 8 a 12 pessoas, para aqueles que se sentem mais confortáveis sentados da maneira tradicional japonesa. Os demais ambientes são compostos por mesas de granito pretas. No fundo fica localizado o sushibar, onde podem ser degustadas diversas especialidades da culinária japonesa. Uma escada em estrutura metálica leva ao mezanino superior, uma área um pouco mais reservada, ideal para um bate-papo. Quem já conhece o Nafuka vai reparar que os mesmos cuidados com a arquitetura e decoração foram mantidos. Quem ainda não conhece, vai se surpreender com os obras e pinturas de arte de temática oriental que, seguindo a proposta do arquiteto e artista plástico Marcelo Gonzalles Diez, dão um toque de modernidade e sofisticação. As cores preto e laranja predominam, e estão presentes tanto nas pinturas em formas geométricas quanto nos painéis emoldurados, com destaque para o uso dos fios plásticos trançados que cobrem grande parte das paredes, provocando um inusitado efeito visual. As diversas luminárias em estilo oriental completam o ambiente, criando um clima que combina perfeitamente com os pratos servidos. Tanto na cozinha quanto no serviço, o restaurante preserva a filosofia de proporcionar uma experiência gastronômica prazerosa, consagrando as deliciosas receitas da casa como o “Mansur Maki” – enrolado de omelete com recheio de salmão grelhado, cebolinha, maionese e tabasco (R$ 10,50, porção de 6 unidades) e o “Copacabana Rolls” – enrolado empanado com recheio de kani, salmão, cebolinha, pimentão e maionese (R$ 10,50 a porção de 6 unidades). O carro-chefe da casa é o rodízio, que serve entradas, sushis, uramakis, temakis, hossomakis e todas as especialidades da casa, além de pratos quentes. No almoço “executivo”, de segunda a sexta, o valor é de R$ 19,90, com sashimi limitado, e no jantar o preço é R$ 32,90, com sashimi à vontade. Merece também destaque a seção de pratos light, em que as iguarias são elaboradas sem arroz, uma boa pedida para quem está evitando a ingestão de carboidratos. A exemplo do Nakano Maki - salmão enrolado na acelga com recheio de kani e pepino (R$ 10,50, 6 unidades) e sem esquecer, também, do rodizio light. Apesar das pitadas de inovação, a milenar cozinha oriental também tem vez no Nafuka, com a farta oferta dos clássicos sushis, sashimis e temakis de salmão, atum, kani e camarão. Para os clientes que ainda não cederam aos encantos da culinária nipônica, foi criada a seção de grelhados, com opções de peixes, frango e carne vermelha, com direito a dois acompanhamentos. O Nafuka Restaurante & Sushi Bar também possui uma boa variedade de bebidas: saquê nacional, californiano e japonês, as famosas “saqueirinhas” de lichia, melancia, uvas verdes, kiwi, morango e abacaxi, champanhe, cervejas (destacando-se a alemã Erdinger), conhaques, runs, vodcas e aguardentes. E a grande novidade fica por conta do “Oriental Spring”, feito com vodka, saquê, creme de cassis e club soda (R$ 11,00). E o restaurante acaba de lançar uma novidade: o vale-presente, um cartão plástico no valor de R$66,00, que pode ser adquirido em qualquer unidade do Nafuka Restaurante & Sushi Bar, e funciona da seguinte maneira: ele tem validade para duas pessoas, e dá direito a um ou dois rodízios, ou a consumação até esse valor. Essa é uma excelente opção para quem quer presentear alguém com algo diferente, original e criativo, e que certamente resultará em um almoço ou jantar muito saboroso. SERVIÇO Nafuka Restaurante & Sushi Bar Local: r. Isabel Dias, 166, Mooca Telefone: (11) 6121.6207 Funcionamento: 2ª a domingo, 12h às 15h (almoço) e 19h à 0h (jantar) Serviço de manobrista: R$ 8,00 / Cartões: todos (exceto American Express) Capacidade: 150 lugares / ar condicionado / acesso p/ deficientes físicos / aceita reservas até 21h Local: r. Padre Landell de Moura 309, Jardim Anália Franco / Tatuapé Telefone: (11) 6671.8659 Funcionamento: 2ª a domingo, 12h às 15h (almoço) e 19h à 0h (jantar) Serviço de manobrista: R$ 8,00 / cartões: todos (exceto American Express) Capacidade: 100 lugares / ar condicionado / acesso p/ deficientes físicos / aceita reservas até 21h Site: www.nafukasushi.com.br
Newsletter
Receba as novidades