Canais
Virada Cultural
27/04/2008
Autoridades Políticas comemoram Virada Cultural
Em sala nobre do Teatro Municipal autoridades políticas, lideranças do trade e Agentes de Viagens se reuniram em coquetel de lançamento de mais uma edição da Virada Cultural
27/04/2008
São Paulo tem programas gratuitos para moradores e turistas
A capital latino-americana do entretenimento tem várias opções gratuitas, ao menos um dia da semana São Paulo já se firmou como a capital da cultura e do lazer na América Latina. A oferta turística da cidade totaliza 12,5 mil restaurantes, 388 hotéis, 260 salas de cinema, 90 museus, 152 teatros e casas de espetáculos, 41 festas populares, 77 shoppings, 59 ruas de comércio especializado em 51 segmentos, 54 parques naturais ou áreas verdes, 39 centros culturais e 75 bibliotecas.O que poucos sabem é que muitos deles têm entrada gratuita pelo menos uma vez por semana, como alguns tradicionais e conhecidos museus, além de outras belezas escondidas e pouco conhecidas por moradores e turistas. O Museu da Arte Moderna, o MAM, por exemplo, que conta com cerca de duas mil obras, sendo quase todas produzidas no Brasil a partir da década de 20, abre as portas gratuitamente todos os domingos, das 10h às 18h, dando oportunidade para todos se deliciarem com gravuras, objetos, pinturas e esculturas de artistas como Tarsila do Amaral e Tomie Ohtake. O Museu de Arte Contemporânea, o MAC, criado em 1963, possui cerca de oito mil obras, entre óleos, desenhos, gravuras, esculturas e pinturas de conceituados artistas como Picasso, Di Cavalcanti e Miró, entre outros. O MAC fica aberto ao público todos os dias, das 10h às 19h, sempre com entrada franca. Já o consagrado Masp, Museu de Artes de São Paulo, tem visitação gratuita todas as terças, das 11h às 17h. Inaugurado em 1947 por Assis Chateaubriand, um dos cartões postais mais conhecidos da cidade chama a atenção de todos que passam pela avenida Paulista. O Masp conta com um grande acervo de arte européia como pintura francesa, obras do movimento impressionista e também do pintor de Van Gogh. Para quem gosta de arte nacional, o Museu de Arte Brasileira da Faap, que surgiu com a proposta de reunir e conservar um acervo de obras de artistas brasileiros, fica aberto ao público gratuitamente das 10h às 20, de terça a sexta. Aos fins de semana, o espaço fecha às 17h. Outra opção é o Memorial da América Latina, que desde sua inauguração em 1989, vem cumprindo seu papel de incentivar o desenvolvimento criativo, artísticos e educacionais do Brasil, com entrada sempre gratuita. Ainda para quem gosta de artes aliadas a outras formas de cultura, a dica é a Casa das Rosas, na Paulista. Traz grandes projetos unindo artes plásticas, música, teatro e dança, além de cursos de poesia e literatura. A visita é grátis e está aberta ao público de terça a domingo, das 10h às 18h. Outro ponto que faz parte deste roteiro é o Museu da Casa Brasileira. Criado em 1970, é o único do País especializado em design e arquitetura e abre suas portas gratuitamente todos os domingos, das 10h às 18h. Já no Museu do Butantã a entrada é franca para estudantes todas as quartas, das 9h às 16h30. O visitante pode aproveitar o passeio e conhecer o restante do Instituto Butantã, centro de pesquisa biomédica responsável pela produção de mais de 80% dos soros e das vacinas consumidas em todo o País. A Pinacoteca do Estado também está entre os pontos turísticos de destaque. Seu acervo tem aproximadamente quatro mil obras de artistas nacionais e internacionais como Bourdelle e Rodin. A Pinacoteca tem acesso grátis todos os sábados, das 10h às 18h e, além do acervo permanente, recebe periodicamente exposições de diferentes segmentos culturais. O espaço possui um simpático café, indispensável para quem passa por lá. Para completar, o visitante pode aproveitar e ir até o recém-inaugurado Museu da Língua Portuguesa, em frente, que também têm entrada franca aos sábados e é um ótimo passeio para toda a família. Ainda no centro da cidade, é possível ver exposições e participar de debates ou palestras no Centro Cultural Banco do Brasil, que fica aberto de terça a domingo, das 10h às 21h, sempre com entrada franca. Já para os que gostam de atividades ao ar livre, os parques da cidade abrigam sempre shows e atividades como ginástica. As programações acontecem aos finais de semana, como no Parque do Ibirapuera, que oferece ioga aos sábados, e o Parque do Trianon, que têm uma grande turma aos domingos para o exercício chinês Lian Gong. O Horto Florestal também é uma boa escolha para quem quer se divertir longe das filas. Ao lado do Parque da Cantareira, o Horto tem uma paisagem com espécies exóticas e nativas. Além de todas essas atrações, a cidade de São Paulo conta ainda com 16 unidades do Sesc – Serviço Social do Comércio –, espalhadas por todas as regiões, que oferecem exposições, shows e peças teatrais quase sempre gratuitas ou a preços muito convidativos. Outra dica é uma das cinco unidades do Sesi – Serviço Social da Indústria –, como Belenzinho, Itaquera e Ipiranga, que oferecem atividades, peças teatrais e shows para crianças e adultos. Ao passear pela região da Paulista, é possível encontrar outros diversos centros de cultura e lazer e lojas especializadas, como a Fnac, que além dos andares dedicados a livros, eletrônicos, revistas e CDs, conta ainda com o Fórum Fnac, um espaço dedicado a palestras, shows e peças teatrais sempre gratuitas. Ainda na avenida mais conhecida da cidade tem o Itaú Cultural, que oferece ao público programação diversificada e ora gratuita, como exposições, peças, palestras, cursos eshows. Não muito longe dali, é possível encontrar o Centro Cultural São Paulo, que aos finais de semana oferece algumas peças, shows e filmes com entrada franca. As crianças também podem se divertir na cidade com programações gratuitas. O Planetário do Carmo, por exemplo, é um ótimo programa para que gosta de saber mais sobre o céu e as estrelas. A projeção do Sistema Solar faz com que os visitantes se sintam realmente bem perto do céu. O Jockey Clube é outro ponto que oferece uma opção gratuita. Há um passeio de poney monitorado para as crianças todos os sábado e domingos, das 14h às 18h. O Centro de Lazer Engenheiro Goulart, que faz parte do Parque Ecológico do Tietê, proporciona para as crianças um local para lazer, diversão e educação ambiental.As atrações não param por aí. É aqui em São Paulo que fica a Biblioteca Mário de Andrade, que atualmente dispõe de um dos acervos mais expressivos do País, destacando-se com as coleções mais importantes de artes, mapas e obras raras. São aproximadamente 350 mil volumes em livros e 11 mil títulos de periódicos. Além dessa, a capital conta ainda com mais 74 bibliotecas espalhadas por todas as regiões. Além de todos os museus, centros culturais e parques, a capital prova a sua diversidade cultural e étnica com as festas de rua tradicionais, sempre gratuitas. No mês de maio, o destaque é a festa de São Vito. Em junho a cidade é tomada por festas caipiras de São João e Santo Antônio. Já no mês de agosto é a vez da Nossa Senhora da Achiropita, a festa italiana mais tradicional da cidade. (VB) Serviçowww.cidadedesaopaulo.com
27/04/2008
Agentes de Viagens se reúnem no lançamento do São Paulo Meu Destino
Começaram a noite apreciando uma das vistas mais privilegiadas de São Paulo: a do Terraço Itália. Terminaram ao som do cantor e humorista, Claudio Goldman, que interpretou antigos sucessos de Caetano Veloso, Elton John e Frank Sinatra. Além dos 120 agentes e operadores de viagens convidados, o jantar de lançamento da quarta edição do “São Paulo Meu Destino”, que aconteceu sexta-feira (25/04), contou com as presenças do prefeito Gilberto Kassab, do presidente do conselho do Convention & Visitors Bureau, Tasso Gadzanis, do diretor superintendente do São Paulo Convention & Visitors Bureau, Toni Sando, dentre outras autoridades. “Este ano colocamos o programa de capacitação junto com a Virada Cultural de São Paulo, que só no ano passado levou mais de 3 milhões de pessoas para as ruas. Queremos que os agentes de viagens, além de conhecer as potencialidades da nossa capital, entendam a grande dimensão do projeto, que já é referencia”, explica Kassab. Para Toni Sando, o programa também é uma forma de reciclagem. “São Paulo cresce em potência máxima. O que se vê hoje na cidade certamente não será o que veremos em alguns anos. A cidade está em constante evolução e é preciso que os agentes de viagem tenham conhecimento disso para realizar com êxito a venda do destino”, salienta. Ao final do evento, o cantor Claudio Goldman, pegou emprestado de Tim Maia versos que servem tanto para os agentes quanto para os visitantes de São Paulo: “Vou pedir pra você voltar, vou pedir pra você ficar...” São Paulo Meu Destino O quarto “Encontro São Paulo Meu Destino” é uma iniciativa da São Paulo Turismo e do São Paulo Convention & Visitors Bureau. Seu objetivo em 2008, segundo os organizadores, é que os agentes, operadores e organizadores de eventos vivenciem, de forma mais efetiva, a mudança que a cidade viveu no campo turístico, passando de maior centro econômico da América Latina para capital da cultura, dos eventos, da moda, do entretenimento e conhecimento na região. Para Orlando de Souza, presidente do São Paulo Convention & Visitors Bureau, o evento pretende inspirar ainda mais os profissionais de turismo na formulação de roteiros e pacotes criativos em São Paulo. “Afinal, além dos muitos eventos e negócios que acontecem por aqui, eles estão diante de uma metrópole multicultural e cosmopolita que, cada vez mais, aponta ritmos, tendências e moda”, afirma. Os participantes conhecerão os materiais de promoção e vendas da capital paulista, os espaços tradicionais e alternativos para eventos e receberão treinamentos voltados para agentes, operadores, organizadores de eventos e profissionais do segmento corporativo. Visitarão também locações, pontos turísticos da cidade e espaços para eventos, além de conhecer alguns traços fortes da capital, como gastronomia e compras para todos os gostos e bolsos. E, claro, a Virada Cultural. A idéia é que o profissional, ao vivenciar o leque de atrações e opções que a cidade oferece, compreendam que, muito mais que um destino de negócios, São Paulo é hoje o maior centro de lazer e entretenimento da América Latina, podendo ainda ser o ponto alto de uma viagem de incentivos ou a sede de eventos em espaços tradicionais, alternativos ou inusitados. “Queremos também que o visitante, que já vem para a capital paulista movido por sua força econômica e os muitos eventos, amplie sua permanência ficando mais um dia ou o fim de semana, trazendo familiares e amigos”, ressalta Caio Carvalho, presidente da São Paulo Turismo. Os 120 agentes e profissionais de turismo que participam do “São Paulo Meu Destino”são originários de mais de 20 cidades, de 12 Estados brasileiros mais o Distrito Federal, e ainda de países como Colômbia, Argentina, Chile e México. O evento, realizado pela SPTuris e SPCVB em parceria com o Holiday Inn Parque Anhembi, Aeromexico, Gol, Tam e Varig, tem ainda o apoio da Prefeitura da Cidade de São Paulo, Comtur, Deatur, Tam Viagens, Amsterdam Sauer, Terraço Itália, Bar Brahma, Salve Jorge, Travel Ace e Aresp (Associação dos Operadores de Receptivo de São Paulo).
25/04/2008
Senac Santana recebe a peça “Quase um Bibelô” durante a Virada
O Senac São Paulo estará promovendo espetáculos de teatro na programação da Virada Cultural 2008. No dia 27 de abril, às 18 horas, o Senac Santana recebe a peça “Quase um Bibelô”, de Flavio Souza. A instituição participa do tradicional evento paulistano como um dos estabelecimentos que oferecem sua programação particular para ampliar o leque de atrações. Clique aqui para acessar a programação completa da Virada Cultural. Apresentado pelo Grupo Boca de Cena, o espetáculo conta com a direção de Miriam Fontana e produção de Luis de Toledo, que também interpreta Maria, a protagonista principal. Maria é subdividida em mais seis personagens femininas, que dialogam entre si, cada uma com uma história de vida, uma postura e uma opinião diante dos fatos apresentados na narrativa. Nesse contexto, é encenado um complexo quebra-cabeça de monólogos, revelando gradativamente um violento crime passional, em que a vítima, o marido de Maria, é encontrada sem o coração. “Quase um Bibelô” é um drama psicológico que leva o espectador a uma visão multifacetada das emoções humanas. A peça tem entrada franca, basta retirar o ingresso no local com uma hora de antecedência. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (11) 2146-8250. O Senac também oferece outro espetáculo durante o evento, é a peça “Pedreiras das Almas”, que ocorre no Senac Lapa Scipião, no dia 26 de abril, às 21 horas. Clique aqui e saiba mais. Evento: espetáculo “Quase um Bibelô”Quando: dia 27 de abril, domingo, às 18 horasOnde: Senac SantanaRua Voluntários da Pátria, 3167 - SantanaSão Paulo - SPQuanto: entrada franca (os ingressos devem ser retirados na unidade com uma hora de antecedência)Informações: (11) 2146-8250
25/04/2008
Virada Cultural deve gerar R$ 90 milhões para economia de São Paulo
Evento deve movimentar R$ 90 milhões e já é um dos mais lucrativos do município. Este ano, 150 operadores de turismo estrangeiros vão conhecer o festival A expectativa da SPTuris (empresa municipal para promoção de turismo em São Paulo), é que sejam movimentados para economia da cidade aproximadamente R$ 90 milhões. Se a expectativa se confirmar, o festival entra para o grupo dos eventos mais lucrativos do município, que inclui o campeonato de Fórmula 1, a Parada GLBT e a SP Fashion Week. O festival confirma a tendência de crescimento da Cultura na economia do país. Segundo estima o governo, a participação do setor responde por 4% a 5% do PIB nacional. Na sua quarta edição, espera-se que a Virada atraia um público superior a 3 milhões de pessoas. Boa parte deste contingente será formado por turistas, que vêem sobretudo das cidades do entorno metropolitano e do interior do Estado. Dada a grande oferta de atrações de qualidade, o evento chama cada vez mais atenção de outras regiões do país e até do exterior. Este ano, SPTuris vai trazer 150 operadores de turismo, do Brasil e América do Sul, para conhecerem o evento, que já se transforma num importante produto turístico da cidade. "A Virada já é um evento consolidado, que ganhou a cara de São Paulo, como acontece com o Carnaval no Rio e na Bahia", explica Caio Carvalho, presidente da SPTuris. "Hoje, sol e praia são commodities. São Paulo não tem praia, mas nós temos o que o turista moderno mais deseja, que é a cultura. Grande parte do valor que podemos agregar à nossa economia de turismo vem da Cultura", explica. Segundo Carvalho, a cultura é um elemento essencial no planejamento de políticas do turismo para a Copa de 2014. Apesar da grande movimentação econômica, a Virada Cultural não recebe nenhum tipo de patrocínio privado."Foi uma decisão que tomamos, de que a Virada é um evento da cidade e de todos os cidadãos", afirma Carvalho. Ele explica que o montante de R$ 90 milhões é calculado a partir das sondagens feitas na edição passada, quando foram pesquisados os gastos per capita e o tempo de permanência dos turistas na cidade em função do evento. A Fórmula 1 e a Parada GLBT são os dois eventos são os mais lucrativos da cidade e movimentam um montante de R$ 200 milhões e R$ 150 milhões, respectivamente. Também superlativos são a SP Fashion Week (R$ 85 milhões), o Salão do Automóvel (R$ 55 milhões) e o Carnaval (R$ 40 milhões), que esquentam o setor de turismo, com grande ocupação da grade hoteleira. Cultura e Economia Seguindo uma tendência internacional, a participação da cultura é cada vez mais importante no PIB brasileiro. O Ministério da Cultura, Minc, estima que o setor movimente de 4% a 5% da economia do país. Tanto que o IBGE começou, ano passado, a apurar a amplitude desta participação. Em reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico (Participação da cultura no PIB começa a ser apurada pelo IBGE em 2007, 11/01/2007, por Azelma Rodrigues), a assessora especial do ministro Gilberto Gil, Paula Porta, desconfia que o setor tenha um peso ainda maior na economia, que passa desapercebido, dada a grande informalidade da área. "A economia da cultura tem potencial para ser um vetor de desenvolvimento do país, e precisa ser entendida como setor estratégico", diz. A mesma reportagem traz os números de um levantamento feito pelo Banco Mundial, Bird, em 2003, que apontam a Cultura como responsável por 7% do PIB do planeta. Só na Grã-Bretanha, o setor gerou naquele ano 8,2% da riqueza do país. Além disso, a criação, produção, difusão e consumo de bens culturais registraram crescimento médio de 6,3% em 2003, acima da média do conjunto da economia, de 5,7%. Sobre a Virada Cultural Música, dança e espetáculos de rua de vários estilos vão mobilizar o centro de São Paulo, na quarta edição da Virada Cultural. O evento, terá mais de 800 apresentações voltadas a todas as faixas etárias, das 18h de sábado às 18h de domingo, com destaque para os shows de  Gal Costa, Cesária Évora, Fernanda Takai, Jorge Ben Jor, Marcelo D2, Zé Ramalho, Jair Rodrigues, Luís Melodia e Orquestra Imperial. Dos 26 palcos do centro, 24 funcionarão durante as 24 horas da Virada. As unidades do Sesc, CEUs (Centros Urbanos Educacionais) e Centros Culturais também vão sediar apresentações em outros bairros da cidade.  A Virada Cultural foi inspirada em eventos europeus como a Nuit Blanche parisiense, que agita anualmente a capital francesa, com atrações que seguem madrugada adentro. (JA) Serviçowww.viradacultural.org  
25/04/2008
Holliday Inn Parque Anhembi tem pacote especial para Virada Cultural
Durante a Virada Cultural que acontecerá em São Paulo, nos dias 26 e 27 de abril , o Holliday Inn oferece pacote especial para duas  pessoas com hospedagem em apartamento categoria Standart, e café da manhã servido no restaurante.  A Virada Cultural será um evento 24 horas ininterruptas de arte e cultura.A iniciativa é da Prefeitura de São Paulo, com realização da Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a SPTuris, Secretaria de Estado da Cultura e SESC.(JA) ServiçoEndereço: Rua Prof. Milton Rodrigues, 100, Parque Anhembi, São PauloTelefone: (11) 2107-8844www.hipa.com.br
Newsletter
Receba as novidades